publicado por Otto | Domingo, 11 Abril , 2010, 13:10

Na passada Quarta-Feira eu, o meu colega Hans e a Sandra(participante no Photo Challenge), deslocámo-nos a fim de "explorar" o abandonado Mosteiro de Seiça! Antes de mostrar quaisquer imagem vou-vos deixar umas notas "históricas" sobre o Mosteiro:

 

A fundação do Mosteiro data do século XII, reinado de D. Sancho I filho de D. Afonso Henriques(sendo mesmo este que mandou começar a sua construção).

Em 1348 a peste negra dizimou 150 habitantes do mosteiro em apenas 2 meses...bem como muitos milhares por toda a Europa diga-se.

Em 1513 no reinado de D. Manuel o Mosteiro foi reparado por se mostrar bastante degradado!

Em 1834 com o final das Ordens Religiosas o mosteiro foi vendido a particulares que lhe instalaram uma unidade de descasque de arroz, havendo ainda vestigios disso!

Posteriormente foi transformado em vacaria e desde os anos 80 que está completamente ao abandono! Curiosamente, ao lado do Mosteiro passa uma linha do comboio que aquando da sua construção obrigou à demolição de parte do mosteiro...Tipico do português!

Actualmente o Mosteiro está num grande estado de degradação, pertecendo à Câmara Municipal da Figueira da Foz que o adquiriu nos anos 90 por cerca de 225mil euros com o objectivo de o restaurar e fazer um Hotel de Charme, no entanto mais de uma década depois o seu destino parece ser mesmo a ruina total, já que apesar dos habitantes locais tentarem com que uma atitude seja tomada, o imponente edificio parece ser completamente ignorado pelos "donos".

 

E agora, fotos :D

A primeira imagem que temos do Mosteiro é de cortar a respiração, saimos de uma curva no meio de um simples pinhal e de repente deparamo-nos com a imponência do edificio...é poderoso!

 

A fachada degradada do edificio e as árvores despidas de folhas davam um palco para um filme de terror :P

 

 

Se este local está esquecido por quem de responsabilidade tinha de o manter vivo, as cegonhas agradecem! Ao visitar o Mosteiro são várias as cegonhas que vemos e o barulho por elas produzido é uma constante.

 

Impossível não pensar nestes corredores com vida...as histórias que durante séculos aqui se passaram...enredos de intrigas, quem sabe romances proibidos...Ou então calhando só rezavam, mas que deve ter acontecido aqui das mais variadas coisas...lá isso deve!

 

Aos poucos a natureza vai engolindo este lugar...Qualquer dia ao tirar uma foto desta mesma posição apenas veremos verde!

 

Infelizmente o soalho nas varandas e pisos superiores não inspirava de todo confiança...Mas que era tentador era...

 

De certo que debaixo de toda esta "florestação" devem haver muitos habitantes rastejantes e roedores...Toda uma fauna que agradece por o Mosteiro estar ignorado...

 

Madeira não ganha ferrugem...mas ganha caruncho! E de um modo geral tudo o é de madeira no Mosteiro vai ruindo...Aquele barrote é um bom exemplo, possivelmente enquanto escrevo estas linhas já deu uma queda de uns bons metros.

 

Levanta-se aqui uma questão curiosa...Estará aquela porta ali por obra do acaso ou terá sido alguém mais afoito que numa incursão ao piso superior a meteu lá de modo a fazer de ponte para chegar ao outro lado?

 

Sinais da transformação do Mosteiro...Esta espécie de quadro eléctrico encontra-se à entrada do Mosteiro e possivelmente será do tempo em que o mesmo foi transformado na fábrica de descasque do arroz.

 

No local ainda estão vestígios das transações de arroz efectuadas aquando da existência da fábrica.

 

E pronto...Assim foi uma tarde bem passada naquela que foi a iniciação à descoberta de locais abandonados...e que excelente maneira de começar! De referir que nada foi retirado do sitio, danificado ou marcado...Vai contra as leis da exploração!

 

Qualquer dia voltaremos lá...

 

Um bem haja a todos

sinto-me: Fim de férias...
música: Foolin' - Def Leppard

Cristina a 11 de Abril de 2010 às 18:20
Parabéns pelo Blog e sem dúvida parabéns por esta última publicação! Não só nos revelas o mosteiro caído em esquecimento, bem como, ainda fazes uma pesquisa histórica sobre o mesmo. Realmente é uma pena que deixem ao abandono esta relíquia com uma bela arquitectura que poderia sem dúvida, nas mãos certas, resultar em mais uma Maravilha de Portugal e visitado por todos nós, o que agora não me parece muito seguro. Quem sabe um dia…
Não poderia acabar este comentário sem fazer referência ao facto de um jovem se preocupar com aspectos desta natureza coisa que nem os responsáveis o sabem fazer, o que verdadeiramente é uma pena!

Até mais ver,
Cristina

miúda a 11 de Abril de 2010 às 20:02
Eu não fui nesta primeira viagem ao mosteiro mas quero ir de uma proxima, apos ver as fotos e tudo o que voces disseram fiquei bastante curiosa em relação ao espaço.
gostei da tua introdução histórica, não fazia ideia de todo o enredo por de trás antes de ser apenas mais uma escritura esquecida algures na câmara municipal da Figueira.. porque plos vistos este é mais um expemplo que planos até pode haver, não há é data de acontecimento!! --`
bjinhosss***

emanuel a 12 de Abril de 2010 às 20:22
boas
gostei, conheço, e adoro este senario
da que pensar como este musteiro chego a este estado
um otimo senario de foto e tive oportunidade de ver o resto parabems

O&Q a 28 de Abril de 2010 às 22:59
Este é um excelente post :) OTTO os meus parabens.
De facto o abandono deste pedaço de história portuguesa é um autentico crime. Gostei muito da descrição do percurso deste mosteiro pela história e as fotos, por vocês tiradas estão muito bem conseguidas trazendo a grandiosidade do edifício e a sua lenta degradação ao nosso conhecimento.

Obrigado por nos dar a conhecer esta realidade e esperamosum dia destes ir lá visitar pessoalmente. :)

crab a 8 de Junho de 2010 às 22:25
pelos vistos voltaste la Otto desta feita k 2 nvs exploradores numa EAU explorers team xD

É enorme, aquela 1a imagem da um efeito de choque+baba xD

É pena a maior parte dos piso serem de madeira q ta tda podre o q impossibilita andar sobre ela, impedindo explorar o mosteiro a 100%.. Para a prox leva barrotes e cordas, e vamos tds ninjas, temos q explorar aquilo a 100% mas de forma segura.

A melhor parte foi msm termos sido estraga f*das do casalito de jovens q talvez fossem em busca de td um momento romantico nc antes atingido :p

Eide la voltar...

Reportar (fotografar), observar, explorar, E DEIXAR TD ONDE ESTAVA... é esse o espirito


Boas exploraçoes

Liliana Pereira a 6 de Janeiro de 2011 às 18:48
Adorei o post!
Tenho pena que tenham deixado o Mosteiro degradar se tanto, assim as pessoas poderiam visita lo com melhores condições de segurança. Há dinheiro para tanta coisa que nao interessa e para preservar um lugar lindo como estes nao há! enfim...

Mas deixando isso de parte, pelas imagens da vontade de la ir... Deve ser lindo!
Quem sabe um dia nao passo lá :D

Parabéns pelo post! :)

AOBTW TEAM
ONDE ESTARÁ...
 
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
16
17

19
21
22
23
24

25
27
28
29


O que andam a dizer
vc vende amigo 11 961956086 whatsapp
Cara, essa banda é uma das minhas favoritas, pena ...
slash o deus das guitaras
Adorei a comida e o restaurante
Pois, de facto, a verdade é que o tempo não abunda...
Às vezes pode acontecer a situação "Não há mais na...
Confesso que por vezes vejo, mas acredita que acab...
Dez anos depois, os Estados Unidos e o Mundo não r...
Bem, eu como fã adoro o post . O HP também me acom...
Saudações automobilisticas,Bem destes quatro carro...
blogs SAPO