publicado por Otto | Quarta-feira, 26 Outubro , 2011, 21:37

Saudações!


Hoje irei recuperar uma rúbrica que há muito não era pegada, análise de jogos! Como o título indica irei falar-vos do Fifa 2012 que é o 19º jogo desta série da Electronic Arts! A análise irá basear-se na versão para PC!

 

 

História/Modos de jogo: Eh pá....é futebol, apenas e só! Podem fazer desde amigáveis, a torneios, a ligas dos paises disponiveis, o que acho mais interessante é o modo carreira, onde ao longo de várias épocas podem ir construindo a vossa reputação, pegando por exemplo numa pequena equipa e tornando-a gigante, ou ir saltando de clube em clube à procura da melhor proposta, é um modo que os fãs de Football Manager deverão apreciar, pelo menos falo por mim! Há também a possibilidade de se criarem no jogo como jogadores de futebol, em que só irão controlar o vosso jogador...podendo até serem guarda-redes imaginem...Confesso que ainda não testei esta vertente...falta de tempo! Mas dada a enorme quantidade de licenças e modos de jogo (porque até há alguns modos on-line), o jogo poderá durar meses! Nota: 10/10

 

Jogabilidade: Jogo abençoado pela Nossa Senhora do Jinete! Há largos anos que vou jogando jogos de futebol e acho que nunca apanhei nenhum com uma jogabilidade tão ruim! A EA afirmou que este ano foi feita uma revolução na jogabilidade...eh pá, e foi, mas para muito pior! É frustrante ver os nossos jogadores a cairem por tudo e por nada, e os do CPU continuarem impávidos e serenos com a bola, como se nada fosse...Estarmos a fazer a um jogo, a rematar a rematar, bolas ao poste....fora....defesas impossíveis, enfim, nada entrar, o CPU faz um contra-ataque sem jeito nenhum e marca golo...e geralmente "esse" contra-ataque ou é aos 45' ou aos 90'! Que jinetes...Para não falar que defender é uma deficiência e recuperar a bola é um milagre digno de canonização, já a defesa do CPU é brilhante, e jogarmos com o Messi ou com o César Peixoto a diferença é nula! Nota: 4/10

 

Gráficos/Som: Bonitos até! As caras dos principais jogadores estão muito bem modeladas e mesmo em campo consegue-se notar quem é quem! Ponto forte deste Fifa, não os gráficos em si, mas a identidade transmitada aos jogadores, o próprio modo de correr de cada estrela, as poses...Muito bem conseguido! Relativamente ao som...cumpre. Há clubes com os seus cantos, os ambientes nos estáidos são bons e os acomentários aceitáveis. Nota: 8/10

 

Veredicto: Jogo que podia ser o melhor jogo de futebol que joguei até à data mas que acaba por ser assassinado por uma jogabilidade muito mas muito sofrivel! È também de lamentar a falta de Estádios portugueses...ao menos os dos três grandes exigiam-se. Enfim, é um grande jinete de aspecto bonito... Nota final: 7/10

 

Para terminar, deixo-vos com um video do jogo:

 

A todos, um bem haja

música: Ain't no grave - Johnny Cash
sinto-me: Stupid game!

publicado por Otto | Sexta-feira, 25 Março , 2011, 12:00

Saudações!

 

Decidi para o post de hoje recuperar uma rúbrica na qual há muito não se pegava...Uma pequena análise a um qualquer equipamento tecnológico! Ora bem, vou falar da minha actual máquina fotográfica, a Kodak EasyShare Z8612 IS!

 

 

Ora, a Kodak...O que dizer? Bem, para começar, possuo a máquina há quase dois anos e, tirando os elevados consumos, nunca me deu qualquer problema, mas sempre a tentei estimar e ainda não andou muitas vezes aos trambolhões! Vamos olhar para as suas principais caracteristicas:

  • Mega-Pixeis - 8.1 (resolução máxima é de 3264 x 2448)
  • Zoom - 12x Digital + 5x Óptico
  • Distâncias focais - 36 - 432mm equivalente
  • Intervalo de Abertura - f/2.8 - f/9.0
  • Velocidades - 16s a 1/3200s
  • Gama ISO - 64 a 3200
  • Distância Máxima do Flash - 7,8m
  • Formato de Imagem - JPEG
  • Resolução de Video - 640 x 480, 30fps
  • Peso - 290g

 

A máquina possui claro outras caracteristicas mais, mas penso que estas são as mais "relevantes" ao utilizador comum!

 

 

 

 

 

Os prós - Considerando que custou 99€(promoção, cerca de 160€ sem promoção), diria que a Kodak era, e possivelmente continua a ser, uma das melhores máquinas compactas em termos de relação qualidade/preço! A verdade é que a máquina não tem grandes pretensões e espera-se pouco dela devido ao seu aspecto meio tosco, mas a verdade é que para um iniciante em fotografia acaba-se por revelar uma opção muito boa, tendo vários modos de fotografia já predefinidos e os habituais modos de Prioridade á Abertura, Obturador, Manual....Sendo que o modo Manual merece destaque pois é bastante intuitivo e funcional, ao contrário por exemplo de uma certa Fujifilm o Hans possui e agora o modelo não me ocorre. Ah, possui também a funcionalidade de Bracketing, em que tira 3 fotografias seguidas, mas com diferentes compensações de EV para criar depois o efeito de HDR.

 

Os contras - Começo pelo seu aspecto...É muito quadrada...é feia vá! Vale o facto de ser funcional! A qualidade de construção não aparenta ser a melhor e não me parece que suporte uma queda elevada! O seu desempenho em condições que requer a utilização de ISO elevado também deixa um pouco a desejar devido ao aparecimento de grão...O efeito é tolerável até ISO 400, mas a partir dai já começam a sair imagens um pouco sofríveis! Ah....e o pior contra, o seu elevado consumo no que toca ás pilhas...Mal fiz quando na altura não comprei bateria com carregador, e depois quando fui à procura já não havia...

 

Conclusão - A Z8612 é uma excelente máquina para quem está a dar os primeiros passos na fotografia, acaba por ser relativamente pequena, é barata, e tem um leque de funcionalidades bastante amplo que em nada fica atrás de máquinas bem mais caras que existiam na altura que foi comprada. Face ás opções de mercado de hoje em dia, a sua grande desvantagem são talvez os seus "apenas" 8.1MP...Mas esse pequeno facto acaba por ser compensado com muitas outras coisas! Se quiserem uma review mesmo ao detalhe consultem isto.

 

A todos, um bem haja

sinto-me: Kodak FTW

publicado por Hans | Terça-feira, 17 Agosto , 2010, 21:46

 

San Remo
Este fim de semana tive a oportunidade de visitar uma gelataria. E pensam voçês: “Mas o post não era sobre um restaurante?”. Pois, mas esta rubrica era o mais parecido com gelataria que se conseguia arranjar! :P

Como estava a dizer este fim de semana fui desafiado a degustar os gelados que servem neste estaminé que é bastante conhecido pelos lados da Figueira da Foz.
Eu pessoalmente desconhecia tais instalações, mas quando me descreveram os belos gelados que lá servem fiquei logo interessado em conhecer.

Quem não conhece aquela frustração de olhar para a carta/menu e depois o que é servido é uma coisa totalmente ao lado… Normalmente é pior servido, mais pequeno, com pior apresentação, etc… Pois é, nada disso acontece ali, bem pelo contrário :D

Os gelados são enormes, de grande qualidade e pasme-se económicos quando comparados com gelados vendidos em lojas como Olá ou IceIt.
Lá pode-se encontrar todo o tipo de gelado, mas não só, crepes, waffles, batidos também estão no rol do  estabelecimento.

Quando lá forem arriscam-se a ter de esperar por mesa e a ter de sentar na esplanada… Esplanada é bom mas não quando está um vento FRIO de catano… (Sim comemos gelado mesmo com um briol do camandro).
Mas deixemos de palavreado e vamos à apresentação dos gelados que comemos?

Comece-mos pelo que eu degustei (e bom que estava hmmm):

Apresento-vos Copa Exótica.

 

 

 

 

E que tal uma Copa Rafaelo?

 

 

 

Vai uma pizza?

 

E para finalizar uma Copa Fantasia…

 

 

Recomendo VIVAMENTE!

Deixo-vos a salivar…

 

 

Classificações:


Menu: 9/10
Muita variedade e gelados curiosos. Dei 9 pois para pessoas menos aventureiras em sabores se calhar é confusa a escolha.

Espaço: -/10
Não vou dar classificação ao espaço, pois nem sequer cheguei a entrar na dita gelataria (Esplanada) mas do que vi gostei.

Qualidade: 9/10
Gelados de altíssima qualidade. As natas são sem açúcar o que pode ser um ponto negativo, mas ajuda a desenjoar o gelado.

Relação Qualidade/Preço: 10/10
Os gelados variam dos 4 aos7 euros para aí. Baratíssimo tendo em conta lojas como a Olá ou IceIt em que uma bolita é logo 2€.

Balanço geral: 10/10
Para mim pessoalmente é um sítio a visitar regularmente! ;)


sinto-me: Guloso

publicado por Hans | Segunda-feira, 03 Maio , 2010, 23:12

 

 

 

Hoje vou-vos falar sobre um produto de uma das maiores empresas de informática do mundo, o iMac da Apple.

A Apple Computers, foi fundada em 1976, por Steve Wozniak e Steve Jobs estando este último ainda controlar as rédeas da empresa.

 

Sempre fui um utilizador de PC’S, o primeiro sistema que me lembro de ter usado a sério trazia o Windows 95, que o meu irmão comprou e que custou na altura uma pipa de massa, cerca de 400 contos. Ai, o que eu me divertia a escrever comandos no MS-DOS para correr títulos como EathWorm Jim ou Jazz Jackrabbit. Txiii!

 

Mas, voltando ao tema.

Últimamente, tenho trabalhado com a ajuda de um produto desta empresa, um iMac,  e tenho a dizer que até estou a gostar de trabalhar com a máquina.

 

A mudança para o sistema Mac OS X Snow Leopard (é equivalente ao Windows nos PC’s) para mim não foi muito complicada no geral, no entanto, há pormenores que nos fazem travar a evolução rápida no manuseamento da máquina.

 

E perguntam vocês, mas isso é assim tão diferente?

Quem está habituado ao Windows, sim pode ser um pouco mais complicado. Para começar não existe um menu iniciar nem uma barra de tarefas tradicional, em vez disso, na parte de baixo do ecrã existe o dock, que é basicamente uma barra onde se encontram os programas que temos abertos ou se acesso rápido e na parte superior temos outra barra que muda de função consoante o programa que estamos a utilizar.

Ou seja, sempre que não encontrarem as opções de alguma coisa nas janelas do programa é provável que esteja na barra superior. Foi a primeira vez também que vi em que carregar no botão de desligar a janela não significa que o programa se desligue, a barra superior continua lá com as opções, para desligar efectivamente o programa temos de ir lá desligar na barra.

 

Outra coisa que no início me estava a fazer uns certos jinetes era o facto de o rato só ter um botão… Quer dizer não tem só um botão, por defeito está activo só um botão mas é possível escolher o modo de dois botões. E tenho a dizer que o magic mouse papa baterias que é uma coisa doida!

 

 

E quem é que disse que os Macintoshes não boqueiam? É um mito! A mim já me aconteceu duas vezes em que tive de fazer o famoso Ctrl+Alt+Del do Windows, mas SURPRESA não existe tais teclas… Até existem, mas com outro nomes. O cúmulo foi ter de ir á net procurar “Ctrl+Alt+Del on mac” e voilá descobri que a combinação de teclas é Cmd+Option+Esc.

 

Mas pior, pior foi o facto de ter de ir à internet procurar como se fazia uma chaveta ({ }) é que teclado não está representado o símbolo… Enquanto que no Windows é carregar Alt + 7 ou 0 consoante o sentido, num Mac é necessário carregar em Cmd+Shift+8 ou 9.

Se o recomendava a outras pessoas? SIM, apesar destes pormenores é um computador agradável de se trabalhar no geral, para pessoas que utilizem o computador para trabalho e entretenimento na área dos filmes e música , sem dúvida uma opção a considerar, se querem um computador para jogar, um PC secalhar é melhor opcção embora seja possível, agora, instalar o Windows no Mac.

O que poderá afastar as pessoas de comprar um mackintosh é o seu preço elevado muitas vezes muito influenciado pelo status e a mística da marca.

Steve Jobs sabe bem vender os seus produtos, como se pode ver pelos recentes produtos da marca o iPhone e o iPad que estão já a ser um sucesso de vendas.

Mas na técnica de markting e nesses produtos falarei em próximos posts, pois este já vai longo.

Fiquem bem e até á próxima.


publicado por Otto | Segunda-feira, 26 Abril , 2010, 22:24

 

Como o título indica, irei fazer uma pequena análise do jogo Call of Duty: World at War, que é o da franchise Call of Duty aquele que eu acho o melhor!

Publicado pela Activision, o jogo saiu no mercado europeu em Novembro de 2008 para PC, PS3, Xbox 360 e Wii, sendo o 5º Call of Duty lançado. Até Junho do ano passado o jogo já havia passado as 11 milhões de vendas...Caso sério de sucesso sendo, no Reino Unido, o 3º jogo mais rapidamente vendido, ficando apenas atrás do GTA IV e GTA San Andreas!

 

História: O jogo conta com duas frentes, a Americana no Pacifico e a Russa rumo a território alemão! Falando da frente americana, somos o soldado Miller, e a história baseia-se na conquista de territórios controlados pelos Japoneses, pelo meio perde uns camaradas mas no fim lá está a despachar uns quantos japoneses. Também na frente americana somos na missão Black Cats o Sargento Locke, e estamos a bordo de um PBY Catalina e ajudamos a afundar uma esquadra japonesas e vamos depois em auxílio de soldados americanos que foram fundeados pelos Japonesas! Na frente russa, somos o soldado Dimitri Petrenko, que vê a morte a passar-lhe à frente umas poucas vezes...curiosamente sempre que está QUASE a morrer é afogado...ora se atira para água feito toino a fugir de um edificio em chamas ou os alemães inundam o metro...sempre complicado! Mas depois quando finalmente chega a Berlim é ele que tem a honra de içar bandeira soviética como que a marcar o território! Resumindo, em termos de história não difere muito de CoD's anteriores e tem os seus momentos épicos e personagens marcantes como já nos tem vindo a habituar. Nota: 8/10

 

Jogabilidade: Além do tradicional WASD pouco há a dizer...O jogo é um tradicional FPS fácil de pegar por qualquer um e é bastante intuitivo! Nota: 10/10

 

Gráficos: Fantásticos! A qualidade gráfica é uma das boas armas deste jogo e o realismo que metido nas cenas mais violentas das batalhas é impressionante...Várias são as vezes que, com armas de maior calibre, vemos os nossos inimigos a ficarem sem um braço, uma perna...enfim, pode magoar os mais sensíveis por acaso. Os cenários estão bastantes bem conseguidos e quase que dá para cheirar a humidade nas cavernas japonesas! Nota: 10/10

 

Jinetes: No modo de dificuldade mais elevado há 3 momentos de grande carga de Jinetes! O primeiro, e mais frequente, é o facto de os inimigos parecerem fábricas de granadas e muitas das vezes morrermos porque os nossos queridos camaradas nos tapam o caminho para fugir da granade e PUFF lá fomos nós! O 2º momento é a caça ao Sniper na primeira missão da frente Russa...dasse, como é chato o raio do homem! Para terminar, a missão no tanque é terrível...Pouco depois de começar ficamos SOZINHOS e é chato...MUITO CHATO!

 

Veredicto: O jogo é bom...Muito bom! Andar de lança-chamas a incendiar bunkers pode parecer muito sádico mas é um bom aliviador  de stress, para não falar de andar nos mesmos bunkers de shotgun a aviar japoneses...Ah, de referir que Kiefer Sutherland(Jack Bauer da série 24) dá voz a uma das personagens, o que aumenta ainda mais a qualidade do jogo! Enfim, a meu ver é imperdível na colecção de qualquer apreciador de FPS's! Nota final: 9/10

 

Termino com o trailer deste enorme jogo:

 

sinto-me: Boa pergunta
música: Killed by Love - Alice Cooper

publicado por Otto | Domingo, 01 Novembro , 2009, 17:54

Recentemente num passeio de familia à Lousã fomos almoçar na Churrascaria Copa, que acaba por ser um pouco uma churrascaria gourmet digamos, localizada sensivelmente no centro da cidade, a Churrascaria Copa é sem dúvida uma excelente opção para quem visita esta cidade cujas zonas naturais circundantes são muito bonitas!

 

Menu: Grelhados para todos os gostos, um menu com grande incidência brasileira diga-se, assim como todo o estabelecimento em si! Pode escolher de entre vários tipos de carnes, algumas com marisco até! Creio que no sentido de escolha ninguém se vai sentir desiludido! Nota: 8/10

 

Espaço: É certo que não tem uma fachada propriemente vistosa, no entanto o seu espaço interior é bastante positivo, ainda que caso tenha dias de lotação esgotada, as pessoas se possam sentir um tanto apertadas. Nota: 7/10


Qualidade da comida: Indiscutível! Conseguem dar um sabor bem tropical, disponibilizando coisas como farinha de mandioca para misturarmos no sempre excelente feijão preto! A carne estava no ponto certo entre o bem e o mal passada...Sem repreensões! Nota: 10/10


Relação qualidade/preço: Ponto menos positivo, é certo que se come muitissimo bem mas também se paga muito bem digamos assim! Não há bela sem senão. Nota: 5/10

 

Balanço final: Além dos pontos positivos já falados a Churrascaria Copa tem também um óptimo atendimento e pronto, recomendo a quem for passear à Lousã...Pena ter um preço acima da média, mas dias não são dias e acaba por ser um bom "investimento"! Nota final: 7.5/10

 

sinto-me: Under a dark cloud

publicado por Otto | Sábado, 08 Agosto , 2009, 16:52

Recentemente num passeio até Góis, concelho no centro do país, mais concretamente no Distrito de Coimbra, e o almoço foi no Progresso.
Localizado perto da praia fluvial é uma óptima opção para os banhistas ainda que seja um tanto escondido!

Menu: Confesso que de todos os sitios que fui, este foi o pior menu que apanhei, apenas 5 opções! Polvo, grelhado misto, cozido à portuguesa, carneiro e outra coisa que não me recordo agora! Nota: 4/10

Espaço: Tirando o facto de estar um tanto escondido, o seu espaço em si é bastante agradável, misturando um misto de antigo com moderno, acolhedor eu diria! Nota: 7/10

Qualidade da comida: O ponto forte! Apesar do curtissimo menu, os pratos são deveras bem confeccionados, não só o grelhado que comi estava excelente, como os cozidos e polvos que vi passar pareciam estar igualmente deliciosos! Nota: 9/10

Relação qualidade/preço: Positiva, não se pagou uma fortuna mas também já consegui comer semelhante por menos. Nota: 7/10

Balanço final:
É um sitio que não nos deixa com fome! Acaba por pecar bastante no menu, mas poderá ser um preço a pagar pela óptima confecção das poucas opções que apresentam! Nota final: 7/10

 

música: Avenged Sevenfold - Betrayed
sinto-me:

publicado por Otto | Sábado, 01 Agosto , 2009, 18:41

Hoje, como o título indica, irei falar do telemóvel que há mais de 2 anos me acompanha, o Nokia N70 Music Edition!
Já me passaram alguns telemóveis pela mão,a saber, Trium, Siemens MC60 e Motorola E1000, e digo que nenhum deles se mostrou tão bom e fiável como o Nokia(ainda que o Siemens se aguente até hoje sem nunca ter parado)...Confesso que estou rendido à marca finlandesa...Sendo um telemóvel simples e rubusto apenas por uma vez teve problemas, o seu visor ficou branco e voltou à garantia vindo "novo" passado um tempinho!
De resto tem-se portanto impecavelmente sem qualquer tipo de problema!

Os prós: Trazia consigo cartão de 1GB e já equipamento para ouvir música, é o meu actual leitor de MP3 e também tem rádio...Bom para ouvir o Benfica quando não se está em casa! Como já falei, tem um aspecto robusto e até um design com linhas bastante simples e agradáveis, na minha opinião!

Contras: Bem...Talvez mesmo a bateria que num uso mais intensivo dura 2 dias, em estado normal pode chegar aos 4, mandando apenas mensagens!As teclas já apresentam algum desgaste mas é natural dada as condições por vezes extremas onde é usado e/ou "estacionado" :P

Curiosidades: Tem o peso de 126g, câmera de 2mega pixeis com zoom Digital até 20x que já dá para fazer umas fotos de qualidade minimamente aceitável!

Resumindo, é um bom telemóvel e que passado 2 anos até posso dizer que se mantém relativamente actual, continua a ser uma boa compra, ainda mais agora que os tenho visto relativamente "baratos"...Ah, de referir que este telemóvel também pode ser usado como GPS, bastando para isso comprar a antena e descarregar o software necessário!

 

Fica uma foto do dito telemóvel e acessórios:

 


 

sinto-me: Podia estar melhor!

publicado por Otto | Sexta-feira, 03 Julho , 2009, 21:59

Ora bem, como o título indica irei fazer uma pequena análise ao jogo Crysis que recentemente completei.

Desenvolvido pela Crytek(equipa de Far Cry) e lançado em 2007 pela Electronic Arts, Crysis era O jogo. Gráficos ultra realistas e requisitos muito exigentes tornaram-no numa referência no mundo dos vídeo-jogos…Poucos eram os que tinham na altura computador capaz de o correr em todo o seu esplendor!

 

História: Fraquinha vá. Estamos em 2020 e somos um soldado com um fato que tem várias capacidades (Invisibilidade, ultra força, etc) que somos enviados com a nossa equipa para resgatar de uma Ilha na Coreia do Norte um grupo de arqueólogos que estão feito reféns pelas Forças Coreanas. Os ditos arqueólogos desenterram tecnologia Allien com milhares de anos e depois coube à nossa personagem, Nomad, salvar o mundo, entre despachar uns coreanos e abater uns alliens houve de tudo um pouco…enfim, o normal nestas coisas pelo que aqui o jogo nada inovou e até nem teve interesse por ai além…Nota: 6/10

 

Jogabilidade: A velha combinação WASD e pouco mais, qualquer jogador habituado a FPS iria sentir-se em casa, destaque para o sistema de controlo dos poderes do fato e configuração da arma, prático e rápido. De destacar a grande interacção que se tem com o cenário, onde quase tudo é destrutível e quase todo pode ser agarrado(a primeira coisa que fiz no jogo foi pegar numa tartaruga e com a super força mandá-la para o oceano :P). Relativamente ao controlo dos veículos…Peca um bocado, mas pronto, também se se quer rally compra-se Colin McRae e não Crysis. Nota: 9/10

 

Gráficos: Excelentes de facto! Em termos de selva tem um realismo como nunca antes tinha visto, o por do sol é magnífico…Pontos negativos aqui…Talvez só os tomates quase quadrados, mas já é ser muito picuinhas também. Nota: 10/10  

 

Jinetes: O nível do Tanque…É do pior a missão verdade seja dita, a jogabilidade a controlar o dito não é nada por ai além e a certa altura chateei-me e fui a pé! A missão em que controlamos o avião não está mal conseguida, mas aqueles tornados…UI…Depois há a última missão que foi chata mas ai tratou-se mais de descobrir o ponto fraco do bicho.

 

Veredicto: É um jogo bom e que recomendo a quem gosta de FPS, a história é fraquinha mas os gráficos valem a pena! Nota final: 8/10

 

Fica um pequeno video do jogo:

 

 

sinto-me:

AOBTW TEAM
ONDE ESTARÁ...
 
Dezembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


O que andam a dizer
vc vende amigo 11 961956086 whatsapp
Cara, essa banda é uma das minhas favoritas, pena ...
slash o deus das guitaras
Adorei a comida e o restaurante
Pois, de facto, a verdade é que o tempo não abunda...
Às vezes pode acontecer a situação "Não há mais na...
Confesso que por vezes vejo, mas acredita que acab...
Dez anos depois, os Estados Unidos e o Mundo não r...
Bem, eu como fã adoro o post . O HP também me acom...
Saudações automobilisticas,Bem destes quatro carro...
blogs SAPO
Subscrever Feeds